• Gabi Bedinelli

Expansão da Autoconsciência - Exemplos de ferramentas



Dica: Essas são opções de práticas para a Parte 1: Expansão da autoconsciência.

Lembretes importantes:

- Se respeite, não se cobre ou tente aplicar tudo de uma vez. Entenda o que se encaixa em sua vida, rotina atual e suas preferências,

- Quando se identificar com alguma prática ou achar interessante, faça um compromisso com você mesmo para encaixá-la em sua rotina. Como seres humanos, somos seres de hábitos. Se não reforçarmos para nós mesmos a importância dessas ferramentas durante algumas semanas, não iremos mudar nosso dia a dia.

- Não há certo ou errado para nenhuma dessas práticas.

- Leia mais sobre as 4 partes no blog “Dicas e etapas que podem nos ajudar a refletir, olhar para dentro e nos conectar”


Depois de compartilharmos “Dicas e etapas que podem nos ajudar a refletir, olhar para dentro e nos conectar” pensamos em ferramentas que utilizamos e podem ajudar outras pessoas nas 4 diferentes partes que comentamos.


O início de tudo é expandir nossa autoconsciência, nos conhecer melhor e passar a entender a chuva de emoções e pensamentos que temos todos os dias. Muitas vezes estamos em piloto automático, sem conseguir agir ou apenas reagindo à estímulos externos. Não tomamos ações conscientes no presente e nem pensamos em suas consequências. Agimos repetindo e colocando para fora o primeiro sentimento ou frase que vem à nossa mente, o que faz com que em muitos casos nos arrependamos e nos sintamos mal. Consequentemente, buscamos por mais mecanismos de fuga e anestesia, nos levando a agir ainda mais em piloto automático. Se não rompermos esse padrão, entramos em um ciclo vicioso infinito.


Sendo assim, para quebrar esse circuito e cada vez mais estarmos conscientes do que fazemos e voluntariamente escolhermos o que é melhor para nós e para as pessoas ao nosso redor, é importante estarmos presentes e atentos ao que sentimos.


Pensando nisso, iremos trazer várias ferramentas e aqui listamos alguns exemplos de práticas que nos ajudam a buscar o aqui e o agora, além de nos dar mais clareza no que se passa internamente com nossa mente e coração. Entendemos que as pessoas e gostos de cada um são bem diferentes. Assim como o que tem efeito em uma pessoa não terá necessariamente efeito em outra. Sendo assim, pense na lista abaixo como um conjunto de opções. Leia-as com calma e sinta dentro de você se alguma parece se encaixar com você, seja relacionada aos seus interesses e seu momento de vida. Fique à vontade para testar quantas e quais seu coração desejar :)


Rastreador de Hábitos: Faça uma lista de hábitos que você quer rastrear. Pode ser desde de atividades, como meditar, comer bem, fazer exercício… Até comportamentos e pensamento, como fofocar, falar mal de alguém, se autocriticar ou diminuir… Diariamente, antes de dormir, assinale os itens que aconteceram ao longo do dia. Depois de algumas semanas, você terá consciência dos comportamentos e ações que mais se repetem na sua rotina. O interessante é que às vezes temos impressões sobre nós mesmos (Ex: não sou uma pessoa que gosta de ler) que quando analisadas através do rastreamento, nos damos conta de não serem realidade.


Planner: O Planner é uma ferramenta que, assim como o rastreador de hábitos, nos ajuda a ter uma atitude mais pró ativa e consciente das atividades e comportamentos que repetimos e queremos repetir diariamente. Normalmente, os planners são blocos de folhas que você preenche diariamente tanto com planejamentos quanto com a execução de determinadas ações. Através do planner, é possível acompanhar alguns comportamentos que temos durante nosso dia e nos diferentes dias da semana.


Momentos periódicos de reflexão e introspecção: Uma prática legal para incluir na rotina é separar um momento na semana para você. Se nos deixarmos levar pelo dia a dia, passamos a maior parte do tempo trabalhando, comendo, dormindo, assistindo TV… e com atividades rotineiras que não estão conectadas com reflexão e autoconhecimento. Tente separar no mínimo 30 minutos na sua semana para um momento SEU. Desligue o celular, a TV, o computador e se dedique à algo para você e com você. Uma leitura sobre um assunto que você gosta, dançar, pintar, cantar, tocar um instrumento, meditar, orar…. O que você tiver com vontade! São nesses momentos que vamos começando a nos entender e identificar gostos e hobbies. Se não sabe ainda por onde começar, não tem problema: experimente! É através dessas experiências que vai se conhecer melhor.


Meditação: Faremos um blog separado para falar sobre meditação, mas a ideia aqui é tirar no mínimo 3 minutos por dia apenas para se observar. Reservar esse tempo para prestar atenção na sua respiração e o que está acontecendo à sua volta. Não precisa se preocupar com música ou nada ao seu redor. Apenas feche os olhos, escute os sons ao seu redor, sinta os cheiros, sinta as sensações no seu corpo e observe sobre o que está pensando.


Lista de Gratidão: Diariamente, de preferência antes de dormir, escreva 3 coisas pelas quais você é grato naquele dia. Pode ser qualquer coisa, você só não pode repetir.

A ideia é trabalhar nosso cérebro para focar nas coisas boas que temos e não, de maneira automática, na escassez e em problemas.


Leituras, documentários, vídeos inspiradores: Tente um dia na semana, quando estiver cansado e quiser se “desligar do mundo” buscar algum documentário, vídeo ou livro sobre algum assunto diferente de seu interesse. Ao invés de colocar na série que ama ou na novela, reserve um momento específico para adquirir conhecimento (da maneira que preferir) sobre alguma curiosidade, sobre o planeta terra, a humanidade, propósito, religião, culinária… Algo “diferente” que te faça sair na inércia e rotina diária.


Falar com outras pessoas: Um dos grandes sentidos da nossa existência é a conexão com outras pessoas. Se conectar e compartilhar algo íntimo, seus pensamentos mais profundos sobre você e sua visão do mundo com alguém que ganhou o direito dessa confiança é muito proveitoso e muitas vezes até libertador. Falar sobre como estamos nos sentido, em momentos bons ou ruins, nossos medos e sonhos, faz tudo parecer mais tangível e claro para nós mesmos. Claro que não devemos nos abrir totalmente com qualquer pessoa, mas ter um ou dois amigos, familiares, parceiros para ter esse tipo de conversa na vida é maravilhoso e muito importante.


Pedir Feedbacks: Uma maneira legal de se autoconhecer é saber como outras pessoas próximas te vêm. A ideia é não sair perguntando para todo mundo, mas listar aqueles amigos e familiares que você sabe que pode confiar e pedir para falarem suas principais características, seus pontos fortes e à desenvolver...


Mapas visuais: Para algumas pessoas, visualizações e imagens são a maneira mais fácil de assimilar informações. Uma ferramenta interessante de autoconhecimento é montar um mapa, quadro, mosaico… algo visual com fotos e imagens sobre você, seus medos e seus sonhos. Pode ser via recortes de revista, imagens pesquisadas no google, fotos antigas… A ideia é fazer perguntas sobre você para você mesmo e buscar imagens que consigam responder esses questionamentos.


Gabi Bedinelli

#MaisProposito #Proposito #Autoconhecimento #OlharParaDentro #ExpansãoDaConsciência #Autoconsciência #SeConhecer #Parte1

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

O Tempo

Me peguei pensando muito ultimamente sobre a relatividade do tempo. Como é incrível que os minutos ou horas possam ter um significado tão diferentes, dependendo de cada situação. Quando estamos rindo

Já reparou nas flores?

Sobre viver o momento presente e apreciar a natureza... Já reparou nas flores? Muitas vezes passamos despercebidos, ficamos tentando procurar a felicidade, ou algo bom, esquecendo-nos que a própria na

Redes Sociais
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now